segunda-feira, 25 de abril de 2016

Resenha: O Assassinato de Roger Ackroyd

Título Original: The Murder of Roger Ackroyd
Autor: Agatha Christie
Ano de Publicação: 1926
Editora: HarperCollinsPublishers
Páginas: 304p.
Ano de Edição: 2002
ISBN: 9780007141340
Idioma Original: Inglês
Título em português: O Assassinato de Roger Ackroyd



Sinopse:
Roger Ackroyd sabia que a mulher que amava tinha envenenado seu primeiro marido, ele sabia que alguém estava chantageando-a e agora ele sabia que ela tinha se suicidado. Com a chegada do correio naquele entardecer, Roger Ackroyd saberia quem era o chantagista misterioso. No entanto, Roger Ackroyd é encontrado morto no seu escritório na mesma noite, esfaqueado no pescoço. Poirot a pedido da sobrinha e noiva do Mr. Ackroyd começa a investigar quem assassinou Roger Ackroyd e se tem ligação com o chantagista.


Dando sequencia ao projeto Poirot – Agatha Christie, li O Assassinato de Roger Ackroyd que é considerado um dos melhores livros da Agatha Christie e foi o responsável pela consagração e fama da autora. Ele faz parte das listas “Os 100 livros do século” do jornal francês Le Monde e do livro “1001 livros para ler antes de morrer”.

O caso é narrado pelo Dr. Sheppard, o médico da pequena Vila King’s Abbot, onde os passatempos preferidos dos habitantes são a fofoca e investigar a vida do vizinho.  Dr. Sheppard inicia a história contando sobre a morte da Mrs. Ferrars que é considerada acidental por overdose de pílulas para dormir. Mas quando ele chega a sua casa, sua irmã, uma das mais ativas fofoqueiras da vila, diz que não foi acidental, mas sim suicídio e que a morte do Mr. Ferrars um ano antes também não fora acidental e sim homicídio por envenenamento cometido pela esposa Mrs. Ferrars. Claro que Dr. Sheppard não dá ouvidos, afinal ele conhece muito bem sua irmã Caroline.

Para aumentar a curiosidade dos fofoqueiros de plantão da vila, Ackroyd, um velho rico e apaixonado pela Mrs. Ferrars é morto esfaqueado no pescoço em seu escritório. O suspeito é o enteado que está desaparecido desde o dia do crime. Mas a sobrinha do Mr. Ackroyd, Flora não acredita que o noivo é de fato o assassino e então pede ao nosso detetive belga Poirot que está aposentado cultivando uma horta nada bonita para investigar o caso.


Assim, Poirot, para a frustação de Caroline que até então não havia conseguido descobrir quem era o vizinho misterioso com um bigode exótico, assume o caso. Dr. Sheppard o acompanha, nos relata as descobertas e o que ele acha que Poirot está fazendo quando este vai investigar sozinho deixando o médico no escuro.

'My dear Caroline,' I said. ‘There’s no doubt at all about what the man's profession has been. He’s a retired hair-dresser. Look at that moustache of his.'

Como em todos os casos da Agatha Christie as pistas e as informações nos são dados, todos são os suspeitos e qualquer um pode ser o assassino. Até ai não estava entendendo porque este livro é considerado um clássico da rainha do crime, estava achando que era igual aos outros que já li. Bem, até chegar ao final, daí entendi a aclamação que “O Assassinato de Roger Ackroyd” recebe.

A leitura flui e te prende até o final, com um desfecho surpreendente.

Na cena clássica em que Poirot reúne todos os envolvidos na sala e começa a expor os fatos comecei a ver o porquê talvez esse fosse um dos livros top top da Agatha Christie. Quando ele está quase por revelar a identidade do assassino pensei o assassino é “este” e fiquei de boca aberta quando Poirot concluiu o caso. Mais uma vez a rainha do crime me surpreendeu com esse final revelador e impecável.

'Me, I know everything. Remember that.' - Poirot

É um caso de parcimônia, mas que pouquíssimos leitores irão conseguir resolver porque nossa mente procura por soluções grandiosas. Confesso que não cheguei nem perto de resolver o caso, fui pega de surpresa com a conclusão do Poirot. Isso é o que amo em Agatha Christie, a capacidade dela de nos surpreender, até os leitores já familiarizados com a escrita dela.  

 The Queen of Crime



Até hoje eu gostei de todos os livros que li da Agatha Christie, mas com certeza este superou as minhas expectativas.

Mais que o recomendo e até uma sugestão: não procurem muitas informações sobre o livro, com certeza é melhor saber pouco e se surpreender bastante. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário